A vingança de Yuri – Parte 2

Atenção: Esse texto é uma história.
Se não leu o começo da história, leia clicando aqui
Se que ver a lista de todas as partes já publicadas, clique aqui


O jovem acorda e já pensa em encontrar o senhor Kai. Yuri sabia que tinha que ir logo porque o caminho era longo e mesmo se apressando era possível que chegasse apenas ao anoitecer.
Então a criança colocou logo suas pernas fracas e magras para trabalhar. Suas pernas eram curtas e por isso seriam necessários muitos passos para chegar ao seu destino.
E para piorar a fome começou a incomodar. A única saída era comer, mas o que comer quando se está no meio do nada?

– O que vou comer? O que vou comer? – diz Yuri enquanto olhava para todos os lados enquanto procurava comida.
Yuri pára por um momento, pensa e diz:
– Nada! Não há nada para comer!

Tudo o que ele vê a sua volta era uma pequena árvore já meio seca, o resto era mato e terra.

Nisso ele sente alguma coisa no seu pé, são formigas atacando como loucas.
Yuri sai correndo e gritando.
– Eu só queria comer e acabo pisando em um formigueiro… Ei espera, essa é a única coisa que poderei comer aqui… formigas… mas comer formigas é meio nojento – concluiu pouco tempo depois.

A idéia de comer inseto soava estranho até mesmo para esse jovem que sempre viveu na pobreza, mas era a única forma de sobreviver no momento.
Então numa luta interna entre comer ou não comer, decidiu comer. Afinal era a única coisa que possivelmente encontraria para comer.

Yuri pega um graveto e cutuca parte do formigueiro, espera as formigas subirem no graveto e então pega e as come.
– Não é a melhor das comidas, mas é só o que tenho no momento.

Enquanto Yuri colocava as formigas na boca, cada inseto lutava pela própria sobrevivência, mordendo a boca e a língua da criança.
As patas dos seres minúsculos trabalhavam ao máximo para fugir, mas era inútil. Em pouco tempo eram esmagadas e engolidas.

– Agora é hora de continuar viagem.

Yuri anda o mais rápido que pode e consegue avistar a cabana do senhor Kai assim que começa anoitecer.

– Ainda bem que cheguei agora, se demorasse um pouco mais estaria escuro demais para prosseguir, falta saber se o senhor Kai aceitará me tornar um Guardião

Anúncios

6 Comentários

  1. […] A vingança de Yuri – Parte 2 « Lameduck’s Weblog Disse: Janeiro 5, 2009 at 12:42 am […]

  2. Incrível!

  3. hehehe comer comer comer

    Legal… ja esta trabalhando melhor o personagem. Mas você repete muito as palavras, você disse a palavra “comer” 13 vezes no texto.
    😀

    Continua a história, vamos ver onde o Yuri vai parar.

  4. Santa Maldição!
    Esse era o que minha professora de português sempre me dizia sempre que entregava a redação:
    “Você repetiu muito as palavras”.

    Pelo visto não perdí a maldição.
    Então temos duas soluções
    1. Andar com um dicionário e buscar um sinônimo ( o pensar em outra coisa )

    2. Largar tudo e escrever música de Funk ou Axé…

    hahahah 😀

  5. Nossa. acho que eu tava bebado quando escreví o comentario acima.
    Alguém entendeu o que eu escreví?
    eahahuehuae

    ( isso porque escreví a 5 minutos )

  6. Eu entendi o que você escreveu.

    Eu quando estou bêbado digito as coisas tudo errado, é bem difícil conversar comigo por messenger nessas situações.


Comments RSS TrackBack Identifier URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s